O Spider-man que quis ir mais longe

Spider-man: Homecoming estreou no dia 6 de Julho e Tom Holland já é considerado o melhor Homem-Aranha até agora num filme diferente dos que estamos habituados a ver nesta “saga”: com um toque de humor e sem dúvida mais jovem.

Para quem nunca foi fã do Spider-man, como eu (muito devido a todos os filmes que vieram antes), acho que vai acabar por ficar surpreendido. Talvez se deva ao facto de ser o primeiro deles que está ligado realmente à Marvel, como já devia ter sido feito há tanto tempo. Também já está mais ligado aos comics, apesar de ainda haver muitas diferenças. 

in-spiderman-homecoming-peter-parker-can-fly.gif

Logo no início do filme, recuamos oito anos na história para percebermos as motivações do vilão deste filme, Adrian Toomes que com o seu fato de abutre como teimam em chamar-lhe, passa ao badass Vulture. (Curioso, porque é Michael Keaton quem interpreta esta personagem e o Birdman, que ganhou só o Óscar de Melhor Filme).

“The rich, the powerful, like Stark, they don’t care about us! The world’s changed boys, time we change too!” – Adrian Toomes

À medida que o filme avança, é muito bom ver a ligação que há entre o filme Civil War, onde outrora foi introduzido este Spider-man que fez parte da #TeamIronMan. Como já tinhamos visto, ele é sem dúvida muito mais cómico do que os seus antecedentes e, ao contrário dos outros, este Peter tem 15 anos, o seu melhor amigo chama-se Ned e a sua crush é a Liz. Têm ainda uma “amiga” que é uma personagem muito estranha a quem chamam de Michelle. Tem ainda como mentor Tony Stark (Iron Man) que lhe faz um fato todo super tecnológico.

Claro que depois da missão para travar o Captain America, Peter tem de voltar à sua vida normal, cheia de dramas amorosos, em que muitas vezes é abordado o facto da puberdade com frases como “o teu corpo está a mudar”… Pronto, aquelas coisas normais de adolescentes. Mas claro que, como qualquer miúdo de 15 anos que acabou de lutar ao lado dos Avengers, quer voltar à acção.

Dito e feito, parte à acção, de uma maneira muito desleixada e atrapalhada, como é normal porque ele não teve qualquer tipo de treino e ainda para mais vai claramente contra as ordens do seu mentor.

Peter pensa que encontrou a missão que vai  mostrar que ele é capaz de fazer isto quando vê uns bandidos a assaltar um banco com máscaras dos Avengers. Há todo um momento de luta muito engraçado (com um poster muito subtil no background) mas devido às armas “high-tech” que eles tinham, a mercearia em frente ao banco explodiu e assaltantes, nem vê-los. É nessa mesma noite que o seu melhor amigo descobre a sua identidade.

giphy

O Ned é a pessoa mais fofa de sempre. Ele todo entusiasmado faz perguntas do género “Cospes veneno?”, “Até onde disparas a tua teia?”, “Pões ovos?”, que nos fazem rir muito.

Depois disto é que começa a acção quando Peter decide enfrentar os bad guys,  especialmente o Vulture. Mas este não é o tipico herói. Sempre que ele tenta fazer algo que tem a certeza que vai ser bem sucedido, dá barraca, logo, nunca fica tão bem visto o papal como gostaria. Isto dá resultado a muitas explosões e a um ferry cortado ao meio que foi salvo pelo Iron Man (que cena brutal!), que, obviamente, tirou o fato a Peter como castigo porque embora ele lhe diga que queria ser como ele, Tony diz-lhe que queria que ele fosse melhor ainda.

giphy (2)

Com isto tudo, vem o Homecoming. Parker entretanto convidou Liz para ser a sua acompanhante depois de ela lhe revelar que sabia que ele gostava dela e começa a foleirada porque depois ficamos todos muito contentes etc. E como é costume,  o homem vai buscar a menina a casa. Mas quando abrem a porta de casa… Adivinhem lá quem estava do outro lado? Adrian Toomes! Cliché, Cliché, Cliché. Claro que o pai da miúda de Peter tinha de ser o vilão. Arrisco-me a dizer novamente: Cliché, Cliché, Cliché.

ku3zyk9xd0521ig5wu5x.gif

Claro que o Spidey não soube estar quieto, então vestiu o seu fato manhoso, tipo fato de treino e foi atrás de Vulture depois deste ter deixado bem claro que o matava se ele fizesse isso (e deixou a filha dele pendurada no baile. Shame on you, Peter). O plano do Adrian era assaltar o avião que ia descolar da torre dos Avengers cheio de coisas alienígenas, óptimas para o seu negócio. Claro que ele preparou toda uma cilada ao Aranha, deixando-o debaixo dos escombros que dá origem a um momento muito bonito e ligado aos comics, que foi basicamente ele levantar bué pedras que estavam em cima dele de modo a erguer-se.

“If you’re nothing without the suit, then you shouldn’t have it.” – Tony Stark

O Spider-man deve ser a única pessoa que, do topo da torre de Washinghton depois de salvar a sua equipa de decatlo académica, tem todas as probabilidades de cair e morrer dentro do seu fato tecnológico (que tinha estado a experimentar na noite anterior), mas que sem fato num avião que se despenha e arde todo, não morre.

tumblr_ohx6ahGVe01s2jfn0o4_500

Nem ele, nem o Vulture que é salvo por Peter, depois de este perceber que as asas do fato iam explodir. Mas como é óbvio, deixou-o lá para que pudesse ser preso e assim foi. Peter regressou à sua vida normal, rejeitou uma grande entrada para os Avengers por parte de Tony, voltámos a ver a Pepper e a Tia May vê Peter no quarto com o fato. Vemos ainda a equipa de decatlo académico que nomeia como nova capitã Michelle, que lhe diz que a podem tratar por MJ. Sabem o que isto quer dizer não sabem? Muito provavelmente ela nem se chama Michelle.

Apesar de ficarem muitas coisas por responder, foi nos últimos dez minutos que houve as revelações mais giras, o que falhou praticamente no filme todo! E claro que quando digo no filme todo, estou a incluir a cena antes e depois dos créditos, claro! Um verdadeiro fã da Marvel fica até ao fim.

Na primeira cena vemos Adrian já na prisão a falar com Mac Gargan (ele apareceu durante 1 minuto no filme na cena de luta no ferry) que insinua que ele sabe a identidade de alguém. Esse alguém não sabemos quem é mas presume-se que seja o Spiderman mas Adrian não o denuncia. Repara-se na mega tatuagem de escorpião do Mac e há quem queira muito acreditar que ele é o Scorpion, um dos próximos inimigos do aranhiço.

Na última cena, somos trollados pela Marvel quando vemos o Captain America a falar para o ecrã a dizer basicamente que temos todos de ter paciência. Claro que me apeteceu bater em alguém no fim porque achava que ia ver uma ligação a um próximo filme, mas ri-me muito.

No fim aparece-me a frase: Spider-man will return. E vai mesmo mas agora só em 2019. Até lá, vamos vê-lo em Infinity War que não tarda está a estrear (quem é que eu quero enganar, é só em 2018!)

Spider-Man-Homecoming-After-Credits-Scene.jpg

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s