As séries que me ocupam as horas livres – Parte 1

E agora vocês perguntam: Porquê parte 1? Ora, eu não sou aquela pessoa que vê poucas séries… ao mesmo tempo. Confesso que já perdi a conta às séries que estou a ver neste momento ou que ainda quero ver.

Neste post vou deixar aqui algumas – 5/10 – das minhas séries preferidas (mesmo que não estejam todas no ar agora) mas prometo que não vou ficar por aqui!

need-help

1 – Game of Thrones

Apesar de ainda conhecer muitas pessoas que não vêem GOT (HOW?!), é uma série que não passa despercebida. Comecei a ver quando já ia para a 3ª temporada e desde então que devoro todos os episódios e tento perceber a história dos personagens e a ligação entre eles (se forem pesquisar, percebem que é um mundo gigante). Não fui daquelas pessoas que leu os livros e depois viu a série, mas sim o oposto. É claro que não consigo fugir às pessoas que já leram e que me bombardeiam spoilers inocentes como se estivessem a fazer tiro ao alvo.

As minhas personagens preferidas são a Daenerys Targaryen (e os dragões, claro), o Tyrion Lannister e a Cersei Lannister. Juro que se matam estes três personagens… eu revolto-me!

Acho, e de certeza que não é só a minha opinião, que é uma série muito bem feita a nível visual – seja em efeitos, caracterização, etc – como a nível de banda sonora (especialmente o genérico…. TAN TAN TANANANTAN [adoro cantar isto]) mas a minha parte favorita no meio disto tudo é como a narrativa tem o poder de nos prender. Acho que não houve nenhum episódio de Game of Thrones até onde eu não tivesse chorado, rido e que ficasse super chocada. Como tal, recomendo a todos que vejam e fiquem no mesmo estado emocional que eu!

2 – The Big Bang Theory

Não foi uma série que eu tivesse muita curiosidade em ver mas tenho duas amigas minhas que me incentivaram muito para isso acontecer e eu… fui na conversa.
Confesso que não percebo metade das piadas científicas que as personagens dizem durante os episódios mas lá me vou rindo da minha ignorância.

Não consigo ter favoritos aqui. Adoro o Sheldon e como ele consegue ser esquisito (e não maluco! a mãe dele testou-o) à sua maneira e como é tão inocente em alguns assuntos, adoro o Leonard que é super inseguro mas tem um coração mole, acredito que tenho um bocado da loucura da Penny, admiro a amizade que há entre o Raj e o Howard e sem dúvida que fico entusiasmada com a inteligência da Bernadette e da Amy que, apesar de terem vindo parar mais tarde à vida destes meninos, mostraram que vieram para ficar!

Já lá vão 10 temporadas e isto numa série é bastante complicado porque corre o risco de se tornar aborrecido por ter temporadas em excesso mas TBBT não desilude e por mim, podiam vir muitas mais!

3 – Young & Hungry

Recomendaram-me esta série e tudo o que tiver 20 minutos e que eu possa ver numa pausa de estudo, bring it on! Fiquei agradavelmente surpreendida, acho que nunca me ri tantas vezes de situações parvas como nesta série.

Todo o ambiente é super divertido: a Gabi é a chef de Josh que é um jovem milionário e acabam por se relacionar depois de um evento correr mal e tudo o que vem depois disso no que toca a estes dois é uma montanha russa. Para além disto é fácil identificar-nos com eles. Gabi conta com a ajuda da sua melhor amiga Sofia (é tão funny quando ela diz o nome todo) para se livrar das situações embaraçosas em que se mete e juntamente com Elliot e Yolanda, “faz a festa” em casa de Josh!

PS: A Emily Osment (Gabi) enganou-me bem. Pensei que ia correr muito mal depois de a ter visto pela última vez em Hannah Montana mas o facto de ela ser extrovertida e expressiva meteu mesmo a cereja no topo do bolo!

4 – The Originals

Well, agora é aquela parte em que me perguntam o que raios faz uma série de vampiros aqui no meio. Eu já pensei assim e depois de ver o Crepúsculo achava que séries como The Vampire Diaries ou The Originals eram uma fantochada gigante (ainda por cima elas estão ligadas uma à outra).  Mas depois de uma enorme pressão e de muitas conversas em que fiquei à toa (obrigada, J!), decidi começar a ver e… wow!

The Originals conta a história dos primeiros vampiros de todos – os Originals – mais conhecidos como a família Mikaelson. Passa-se em Nova Orleans, cidade que foi construída com a ajuda deles, e foca-se especialmente em Klaus, na lobisomem que ele engravidou, Hayley Marshall, e no que a família Mikaelson está disposta a fazer para proteger a criança, especialmente Elijah e Rebekah enquanto tentam recuperar o poder do vampiro outrora protegido por eles, Marcel.

O mote deles é “Always and Forever” e mesmo com a arrogância tão natural deles devido a tudo o que já passaram, estes vampiros não me sugaram o sangue mas conquistaram o meu coração (lamechas). Eu cá não os vejo como meros vampiros mas teriam que ver a série para perceber o que digo. Preparem-se para ficarem com raiva e “medo” do Klaus mas depressa vão mudar de ideias.

And guess what? Recentemente, anunciaram que vai haver uma season 5 por isso ainda vão mais do que a tempo para verem!

5- The Flash

Ele é o “the fastest man alive” – faz-me mesmo confusão tentar traduzir isto –  e cada vez mais tenho a certeza de que se eu tivesse um super poder era a velocidade! Barry Allen faz-nos querer esmurrá-lo quando se arma em parvo mas também nos faz querer abraçá-lo quando nos mostra o quão leal é e o que é capaz de fazer pelas pessoas que ama!

O mais fascinante desta série é mesmo ver como é que a Team Flash consegue sair das situações usando a eletricidade que corre no corpo de Barry e a ciência. Há quem não goste deste tipo de série sobre super heróis, ficção científica, blá blá blá, mas acho que se derem uma oportunidade, são capazes de ficar viciados!

Eu já me revoltei muito mas também já chorei baba e ranho. Incrivelmente, também já adorei vilões nesta série. Então quando há crossovers com Arrow, Supergirl e Legends of Tomorrow, fica tudo ainda mais brutal (mesmo que às vezes a história seja super rídicula mas é tão bom ver todos juntos). E querem saber o melhor? São tudo séries ligadas ao universo da DC! #nerd

 

Não tenciono influenciar ninguém mas acredito que estas cinco séries são capazes de vos colar ao ecrã mas, como devem calcular, não tenho apenas estas no meu top (desculpem, é mesmo difícil escolher só algumas…). Mas acredito que vou receber comentários a contar a vossa opinião e que séries é que vêem porque estou sempre a precisar de novas séries para me ocuparem o tempo!

(brevemente, parte 2!)

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s